Caity Lotz concede entrevista ao IMDb

Recentemente Caity Lotz respondeu a algumas perguntas para o International Movie Database, mais conhecido como IMDb, confira a entrevista traduzida abaixo.

Você esteve em uma história bem sombria por um tempo em “Arrow”. Me conte como foi trazer a Sara para um contexto completamente diferente em “Legends”?

Foi um pouco confuso, para falar a verdade, no começo, porque os dois primeiros episódios foram completamente diferentes para a Sara do que qualquer outro episódio. Quando eu recebi o script, eu fiquei tipo “Espera, aonde eles estão indo com essa personagem? Essa é uma direção completamente diferente ou o que?” E então eles falaram “Não, não, não. Ainda é a mesma Sara, nós queremos manter desse jeito.” Então teve um pouco de descobrimento para mim, mas eu pude me movimentar mais durante a temporada, especialmente no episódio 3. Tem várias partes boas com a Sara.

Foi divertido ver ela interagindo com novos personagens. Com quem você teve uma boa conexão?

Quando nós recebemos os scripts, nós sempre ficamos animados. Nós ficamos tipo “oh, nós teremos cenas juntos dessa vez!” Eu adoro tudo que fizemos com o jovem Stein. Portanto, quando a Sara sai com Firestorm, tudo foi super divertido. E a Sara e o Rip tem uma relação bem dinâmica. Bem definida. Eles brigam bastante e batem cabeças. E também eu acho que Sara e Snart possuem algumas similaridades que são legais de explorar.

O quanto você quer segurar as qualidades escuras da Sara?

Uma das minhas coisas favoritas sobre a Sara é o quanto ela é complicada, e eu acho que isso vem da escuridão da alma rasgada e torturada dela. Ela é bem dura consigo mesma, e ela realmente não se aceita ou aceita o passado dela porque ela não olha para trás e pensa “Bem, isso me fez quem eu sou hoje. Então valeu a pena.” Ela olha para trás e se arrepende e faria qualquer coisa para não passar pelo que ela passou e se tornar o que ela se tornou. Eu acho que ela não gostou no que isso a transformou.

Mas ela será capaz de superar isso?

Em “Legends”, tendo um propósito, algo em que usar os talentos e habilidades dela em que ponha em direção a algo, faria tudo valer a pena, para explicar por que ela passou tudo que ela tinha que passar. E que aceitação iria trazer uma paz para ela. Então, eu gostaria de vê-la evoluir, mas eu gosto da escuridão e da alma torturada dela.

A vida amorosa dela tem sido complicada… e diversificada. O que você pode prever para ela nesse show?

Ela tem um interesse amoroso, por um episódio. É divertido. Com uma garota. Mas eu acho que, especialmente, nessa temporada não é sobre a Sara encontrar o amor. Sara precisa encontrar Sara: para descobrir quem ela é e lidar com seus próprios demônios. Ela não está procurando pelo amor da vida dela. Ela precisa encontrar-se em primeiro lugar.

O que o titulo White Canary significa para você?

Eu acho que a Laurel, irmã dela, diz melhor. Ela diz: “Você tem estado na sombras por tempo suficiente. É hora de ser um herói na luz.” E eu acho que para ela ser a Canário Branco é a esperança de sair da escuridão do coração dela e lidar com a sede de sangue e tornar-se uma presença na luz. Trazendo bondade e sendo um herói, e não se escondendo atrás de uma máscara e uma peruca. Basta ser capaz de ser quem ela é e se colocar lá fora e conscientemente tentando fazer as escolhas certas.