POSTS POR AUTOR

A estrela de Legends of Tomorrow, Caity Lotz, conversou com a Pop Star! sobre o que está por vir na série! A atriz falou sobre momentos dos bastidores, qual estrela de Arrow irá aparece em um futuro episódio, e muito mais!

Vamos falar de Legends of Tomorrow! Nós estamos fisgados. O que nesse show te fez querer fazer parte dele?

Eu já estava bem investida na minha personagem em Arrow e a chance de trazer ela de volta a vida para viajar pelo tempo e espaço e detonar era boa demais para deixar passar.

Fãs têm mostrado uma quantidade enorme de amor pela temporada de estréia. Como a reação tem sido para você?

Nós estamos gravando faz um tempo então é bom finalmente poder compartilhar o show com todo mundo e ver as reações deles. É louco dirigir por LA e ver billboards do show por toda parte. Meus amigos ficam me mandando fotos das propagandas e coisas do tipo “seu rosto está no meu ônibus!”

Sem entregar muita coisa, o que os fãs devem esperar nos próximos episódios? Alguma aparição do elenco de The Flash / Arrow?

Eu espero que eu posso dizer isso, nós veremos OLIVER QUEEN em um episódio futuro. Foi divertido trabalhar com o Stephen de novo e a situação nossas personagens estão é uma loucura.

Existe algum momento memorável dos bastidores das gravações que você pode compartilhar conosco?

O episódio que terminamos agora é bem legal. Eu pude brincar com revolvers e andar a cavalo. Porém gravar uma cena em um cavalo é bem mais difícil do que eu pensava!

Pelo que eu vi até agora, parece que a Sara e o Snart se dão muito bem! Como está sendo trabalhar com o Wentworth Miller?

Wentworth é incrivelmente amável e maravilhoso de trabalhar. Ele e eu adoramos ver os fãs com shipping de #captaincanary deles. Nós estamos sempre tentando por um pouco de flerte das personagens aqui e ali.

O que, sobre a filmagem do show, os fãs ficariam surpresos em saber?

O show é bastante divertido de filmar, mas pode ser bastante difícil. Nós geralmente temos 14 horas por dia e muitas dessas são na rua na chuva e no frio congelante. E super roupas não são as mais quentes!

Apesar do elenco já ser fantástico, você tem alguma aparição especial dos seus sonhos? Que tipo de papel você gostaria que eles fizessem?
Rebel Wilson como uma vilã do mal.

O que você espera realizar da sua lista de desejos esse ano?

Aprender a tocar o Ukulele.

Você tem bastante seguidores nas redes sociais – qual a melhor maneira de um fã conseguir a sua atenção no Twitter e/ou instagram?

Eu sugiro não só digitar “me note!!” O que as pessoas fazem bastante, mas eu não sei o que eu devo responder para eles. Eu sempre vejo as fan arts que eu estou marcada, notas que as pessoas escrevem para mim, e tweets engraçados e inteligentes eu amo.

Você tem alguma obsessão no momento? (Ex: livros/filmes/shows/)

O show do Aziz Ansari,  “Master of None”

Alguma mensagem especial para os seus fãs?

Eu quero que vocês sejam felizes ENTÃOOO… algo que me ajudou muita na vida é controlar os meus pensamentos. Nossos pensamentos são o que fazer os nossos sentimentos, então se você na gosta do jeito que você se sente, mude o jeito que você pensa. Você pode decidir isso, mas leva algum tempo para poder controlar o seu cérebro. Mas vale a pena.


Recentemente Caity Lotz respondeu a algumas perguntas para o International Movie Database, mais conhecido como IMDb, confira a entrevista traduzida abaixo.

Você esteve em uma história bem sombria por um tempo em “Arrow”. Me conte como foi trazer a Sara para um contexto completamente diferente em “Legends”?

Foi um pouco confuso, para falar a verdade, no começo, porque os dois primeiros episódios foram completamente diferentes para a Sara do que qualquer outro episódio. Quando eu recebi o script, eu fiquei tipo “Espera, aonde eles estão indo com essa personagem? Essa é uma direção completamente diferente ou o que?” E então eles falaram “Não, não, não. Ainda é a mesma Sara, nós queremos manter desse jeito.” Então teve um pouco de descobrimento para mim, mas eu pude me movimentar mais durante a temporada, especialmente no episódio 3. Tem várias partes boas com a Sara.

Foi divertido ver ela interagindo com novos personagens. Com quem você teve uma boa conexão?

Quando nós recebemos os scripts, nós sempre ficamos animados. Nós ficamos tipo “oh, nós teremos cenas juntos dessa vez!” Eu adoro tudo que fizemos com o jovem Stein. Portanto, quando a Sara sai com Firestorm, tudo foi super divertido. E a Sara e o Rip tem uma relação bem dinâmica. Bem definida. Eles brigam bastante e batem cabeças. E também eu acho que Sara e Snart possuem algumas similaridades que são legais de explorar.

O quanto você quer segurar as qualidades escuras da Sara?

Uma das minhas coisas favoritas sobre a Sara é o quanto ela é complicada, e eu acho que isso vem da escuridão da alma rasgada e torturada dela. Ela é bem dura consigo mesma, e ela realmente não se aceita ou aceita o passado dela porque ela não olha para trás e pensa “Bem, isso me fez quem eu sou hoje. Então valeu a pena.” Ela olha para trás e se arrepende e faria qualquer coisa para não passar pelo que ela passou e se tornar o que ela se tornou. Eu acho que ela não gostou no que isso a transformou.

Mas ela será capaz de superar isso?

Em “Legends”, tendo um propósito, algo em que usar os talentos e habilidades dela em que ponha em direção a algo, faria tudo valer a pena, para explicar por que ela passou tudo que ela tinha que passar. E que aceitação iria trazer uma paz para ela. Então, eu gostaria de vê-la evoluir, mas eu gosto da escuridão e da alma torturada dela.

A vida amorosa dela tem sido complicada… e diversificada. O que você pode prever para ela nesse show?

Ela tem um interesse amoroso, por um episódio. É divertido. Com uma garota. Mas eu acho que, especialmente, nessa temporada não é sobre a Sara encontrar o amor. Sara precisa encontrar Sara: para descobrir quem ela é e lidar com seus próprios demônios. Ela não está procurando pelo amor da vida dela. Ela precisa encontrar-se em primeiro lugar.

O que o titulo White Canary significa para você?

Eu acho que a Laurel, irmã dela, diz melhor. Ela diz: “Você tem estado na sombras por tempo suficiente. É hora de ser um herói na luz.” E eu acho que para ela ser a Canário Branco é a esperança de sair da escuridão do coração dela e lidar com a sede de sangue e tornar-se uma presença na luz. Trazendo bondade e sendo um herói, e não se escondendo atrás de uma máscara e uma peruca. Basta ser capaz de ser quem ela é e se colocar lá fora e conscientemente tentando fazer as escolhas certas.


Em março de 2014, Caity concedeu uma entrevista à revista Esquire UK para promover o filme The Machine (no Brasil, “Soldado do Futuro”) no qual é protagonista. Confira abaixo a entrevista completa:

Caity Lotz é o tipo de garota californiana que todos nós sonhamos – olhos topázio hipnóticos, cabelos babados pelo sal do mar e o tipo de sorriso radiante que nós britânicos parecemos incapaz de produzir.

Depois de um papel recorrente em “Mad Men”, ela é a estrela do filme futurista “A Maquina”, aonde ela interpreta uma programadora de computadores que está trabalhando em um robô lutador que também pode intermediar negociações de paz.

Nós conversamos com ela para saber o que ela pensa sobre os homens, como começar conversas, a altura ideal e metrossexualidade:

Um monte de caras legais agora não tentam falar com as mulheres, porque eles não querem parecer desprezíveis, mas as garotas não querem dar em cima dos caras, elas querem ser abordadas primeiro. Então os caras bons precisam começar mais conversas com as garotas.

 
Mas as garotas também precisam ser legais, as mulheres agora são programadas para dispensar qualquer cara que venha até ela – nós precisamos ser gentis.
 
Está tudo bem para um cara vir até mim em um café. As pessoas precisam falar mais umas com as outras. Se você conversar com a mulher ao seu lado na fila do supermercado, muda toda a experiência – você se sente conectado às pessoas.
 
Eu gosto de um cara um pouco diferente. Se é a maneira de se vestir, ou a forma como eles se movem: eles não tem medo de serem eles mesmos. Eu acho isso realmente atraente.
 
Mas se eles estão usando roupas chamativas, têm que ser genuíno. Porque tem toda a coisa de usar roupas estranhas e esperar que as garotas comecem conversa. – você pode facilmente ver através disso.
 
Eu odeio homem usando skechers. E camisetas com muitas coisas nela, tipo escrita e strass. Eu gosto de um estilo simples e clássico.
 
Meu encontro ideal seria ir para a praia. Eu amo estar ao ar livre. Levar um piquenique, levar a música, e simplesmente sair e conversar.
 
Caras americanos têm um estilo mais descontraído, casual. Rapazes britânicos parecem se vestir um pouco melhor. Eu gosto disso.
 
Eu gosto de um cara que seja alegre. Eu sou uma pessoa muito séria,  então eu gosto se um cara consegue me ajudar a relaxar.
 
Pode ser difícil para os homens para entender a minha carreira. É um negócio estranho. Eu estou fora de LA mais do que eu estou lá. Você realmente tem que confiar no outro.
 
Eu não tenho nenhum tipo. É tudo sobre a personalidade. Eu não acho que eu já tenha namorado alguém que fosse menor do que eu, mas a altura não é empecilho.
 
Los Angeles tem um monte de caras chorões. Alguns deles são super metrossexuais. Limpo é bom, mas eu não acho que você precise para ser excessivo – Eu não sou perfeita; Eu não quero um cara que vai ser mais bonito do que eu!